Casa de Histórias Paula Rego (destaque)

Tertúlia de Poesia


A escola, lugar natural de formação de leitores, não só deve ensinar a ler, como também promover atitudes e modos de ler desde a entrada da criança em meio escolar. Para além de uma capacidade, anseia-se que a leitura seja, de igual modo, uma efetiva prática cultural. Para que a escola forme cidadãos bem preparados para uma realidade em permanente mutação, com perfil (re)ativo, terá de dotar os alunos de competências cognitivas, metacognitivas, linguísticas, metalinguísticas e literárias que formem leitores para a vida. Para tal, a leitura não se poderá cingir à sala de aula, mas antes abri-la a espaços diversificados, como a biblioteca escolar, a biblioteca municipal, a família ou outros de âmbito recreativo.

Não se nasce leitor e não leitor (Cerrillo et al., 2003: 232). Não basta saber ler para se ser leitor, salvo se forem adquiridos hábitos a partir da própria atividade de leitura, que só o tempo e as condições proporcionam. O autor citado põe a tónica da análise deste fenómeno na mediação em ambiente escolar, que, na sua ótica, apresenta alguns constrangimentos que se concentram na atitude e formação do mediador (educador/professor), com reflexo nas metodologias utilizadas, e também nas infraestruturas criadas nas escolas (quando as bibliotecas têm poucos recursos) e no meio extraescolar. A leitura deve acontecer, por isso as estratégias processuais serão escolarizadas quanto baste, englobando-se nestas as necessárias consolidações teóricas e performativas, indispensáveis para a aquisição da competência leitora (nas suas fases cognitiva, de mestria e de automatização), não esquecendo as metodologias de cultivo do gosto que sustentem hábitos de acesso ao escrito.

Eis o fundamento das atividades de leitura e de escrita recreativa nas bibliotecas escolares, variável potencialmente condicionadora do aumento dos hábitos de leitura das crianças e jovens. As tertúlias de poesia realizadas na véspera do Dia Mundial da Poesia (21 de março) são disso um exemplo. Os alunos da escola e os do projeto de leitura em particular são convidados a participar nesta atividade anual da biblioteca.

Visitas: 609

rbe     logo pnl  jovem novologo    logo leiturasqueunem xxs  logobroterologo-ME

Copyright(c)2015 À Sombra das Palavras | by Nídia Mesquita