Casa de Histórias Paula Rego (destaque)

Sessões de Leitura 14-15

 


Eu, leitor, tomo a palavra

A propósito do estudo do Sermão de Santo António aos Peixes, um documento de surpreendente imaginação, habilidade oratória que demonstra poder satírico do Padre António Vieira, abordamos a estrutura do texto argumentativo. Este sermão pretende louvar algumas virtudes humanas e, principalmente, censurar com severidade os vícios dos colonos do Brasil do século XVIII. No Exórdio, Vieira apresenta o conceito predicável, “Vós sois o sal da Terra”, e explica as razões pelas quais a terra está tão corrupta.

Foi a corrupção do mundo e a controvérsia de temas do nosso tempo que estiveram presentes nas sessões de leitura realizadas nas instituições parceiras. Os alunos dinamizadores e os adultos refletiram sobre temas variados, sobre os quais tiverem de dar opinião, utilizando a estrutura do texto argumentativo (tese/argumentos).

 


Às três pancadas

Das célebres pancadas de Molière partimos para a abordagem do texto dramático do currículo do 11º ano levou-nos da leitura à experimentação do texto: "Frei Luís de Sousa", de Almeida Garrett e "Felizmente há Luar", de Luís Sttau Monteiro [textos de teatro I e II]. A atriz Adriana Campos, que dinamizou os wokshops com os alunos durante o ano, trabalhou os aspetos de representação, tendo em conta as características formais de cada textos, contextualizadas as diferenças entre uma produção do século XIX e outra do século XX.

Numa visão mais livre e menos clássica, fizemos 'às três pancadas' representações de pequenos trechos e também se realizaram skatches junto dos idosos, onde foi possível colocar em evidência o contexto histórico do Estado Novo.

Uma visita, realizada no dia 20 de março, ao Teatro Académico Gil Vicente, permitiu conhecer os bastidores do teatro e do cinema, com uma exploração exaustiva de todos os recantos daquela instituição, marco cultural da cidade de Coimbra.

Veja o vídeo no Canal do Youtube da Biblioteca da Brotero em Vídeo TAGV

- Nós, os poetas da cidade

Com Cesário Verde chegaremos à poesia. Os versos do lirismo despertarão o levantar da cidade e, com base nela, construiremos textos adaptados à realidade que nos cerca. Versos à nossa cidade, mais ou menos elogiosos, consoante o estilo e o tempero do poeta foram ditos em público na atividade “Dar Poesia a Coimbra”, dirigida à comunidade.

 

Nas sessões de leitura dirigidas às instituições parcerias leu-se Cesário Verde, um poeta inscrito no seu tempo, um tempo análogo à memória dos mais velhos. A dicotomia cidade/campo foi o ponto de partida para o diálogo com o nosso público adulto, que, pelas suas palavras, fez poesia sobre o tema. Uma oficina de escrita simples que nasceu do diálogo entre as jovens dinamizadoras e os idosos.

 

Rotas queirosianas

Aproveitando o conteúdo programático do 11º ano e a partir da análise da obra "Os Maias", os jovens deram o corpo e a voz a personagens escolhidas por eles, visando ilustrar pormenores da obra que estudaram [caracterização de personagens, modelos sociais e educativos, vertentes ideológicas dominantes]. Traçaram retratos de um país, através dos vários episódios que levaram às sessões de leitura com os adultos, comprovando a atualidade da escrita de Eça de Queirós.

A visita de estudo à Casa das Histórias Paula Rego, para além do contacto com os quadros da pintora, permitiu a realização de atividades de comentário crítico e de reflexão sobre os temas em evidência. O quadro inspirado da obra de Eça de Queirós “O Crime do Padre Amaro” foi o mote para uma reflexão mais aturada do símbolo, da intensidade das personagens, do jogo de cores e de formas inerentes à comunicação artística. No itinerário de descoberta da exposição “Paródias” foram surgindo as veias críticas da pintora Paula Rego e de Rafael Bordalo Pinheiro, tantas vezes condizentes com o pensamento queirosiano. Através de jogos interativos, a técnicas do museu cativaram os jovens para esse universo plural de genialidade.

Veja mais no Blogue da Biblioteca da Brotero em http://bbrotero.blogspot.pt/2015/05/projeto-ler-jovem-atividade-na-casa-de.html.

 

Visitas: 1015

rbe     logo pnl  jovem novologo    logo leiturasqueunem xxs  logobroterologo-ME

Copyright(c)2015 À Sombra das Palavras | by Nídia Mesquita